Você na Textos Cruéis
eu gosto é do áspero

eu gosto é do áspero
do toque
do íntimo

do que é assustador
do que ninguém vê
do que você esconde, de mim e do mundo
porque você tem medo, eu sei

esses dias me perguntaram se eu sabia a diferença entre amor e paixão
e eu só soube cair no riso

paixão é quando eu me encanto porque você é incrível demais
e porque você é bom
e tem medos bonitos
e eu quero permanecer por isso

mas o amor
ele exige mais
não quero seus medos romantizados, meu bem
nem histórias bonitas de como tu se sente em relação ao mundo
porque eu sei
você tem muito mais que frases decoradas
mais que oi.estou.bem
eu quero conhecer cada ruína sua
e te admirar, como alguém real, não como alguém idealizado

quero te conhecer além da matéria
além da doçura
quero entender o que é amargo em ti.
e permanecer não porque você é bom
ou porque os móveis estão sempre no lugar e a casa arrumada
mas porque você é real.

e eu amo o espaço que você ocupa no mundo sendo você mesmo.

(Laís Cristina)